Início
Preços internacionais de lácteos mostram leve reação PDF Imprimir E-mail
Sáb, 15 de Agosto de 2009 16:26

Segundo dados do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA), os preços de exportação de lácteos, entre 24 de julho e 06 de agosto, mostraram leve alta no Oeste da Europa e na Oceania, quando comparados à quinzena anterior. No Oeste da Europa, o leite em pó integral alcançou preço médio de US$ 2.700/tonelada (+1,9%). Já na Oceania, a alta no preço médio do leite em pó integral foi de 5%, sendo cotado a US$ 2.100/tonelada.

 

Segundo informações do Dairy Industry Newsletter, o mês de agosto se iniciou com tendências mais positivas em relação aos preços no mercado mundial, com declarações da Fonterra sobre uma melhora na demanda por lácteos e também sobre as incertezas em relação à próxima safra no hemisfério sul - com previsões de seca na Austrália e também pessimismo dos produtores em relação à queda nos preços do leite. Os estoques, de modo geral, estão baixos para a época e os compradores estão aguardando o início da nova safra. Traders da UE, segundo o boletim, disseram que a demanda de lácteos pelo Oriente Médio e Norte da África está constante. Os preços de exportação da UE estão relativamente altos e os exportadores estão muitas vezes aceitando preços abaixo aos de intervenção, no intuito de manter os negócios.

No Oeste da Europa, o leite em pó integral teve preço médio de US$ 2.700/t, com valores variando entre US$ 2.650/t e US$ 2.750/t, alta de 1,9% em relação à quinzena anterior. O preço médio do leite em pó desnatado (US$ 2.362,50/t) ficou estável em relação à quinzena anterior (leve alta de 0,5%), com valores entre US$ 2.325/t e US$ 2.400/t. O valor médio do soro de leite ficou estável, oscilando entre US$ 625/t e US$ 700/t, média de US$ 662,5/t.

Na Oceania, o preço médio do leite em pó integral ficou em US$ 2.100/t, com valores entre US$ 1.900/t e US$ 2.300/t, alta de 5,0% comparado à quinzena anterior. Os valores do leite em pó desnatado ficaram entre US$ 1.900/t e US$ 2.150/t, média de US$ 2.025/t, estáveis em relação à quinzena anterior.

O valor médio da manteiga foi de US$ 1.975/t na Oceania, 1,3% superior em relação à quinzena anterior, e US$ 3.212,50/t no Oeste da Europa, alta de 2,8%. Na Oceania, o preço médio do queijo cheddar também ficou estável em relação à quinzena anterior, fechando a US$ 2.700/t, com valores entre US$ 2.500/t e US$ 2.900/t.

Equipe MilkPoint, com informações do USDA e do Dairy Industry Newsletter.
www.milkpoint.com.br

Última atualização em Sáb, 15 de Agosto de 2009 16:29
 


Another articles:

Powered By relatedArticle

CeresQualidade.com.br | Powered by Joomla!