Início
Liberação sem critério PDF Imprimir E-mail
Sex, 21 de Agosto de 2009 15:17

Veterinários do Ministério da Agricultura denunciaram irregularidades no serviço sanitário do porto de Santos, em São Paulo. Uma representação foi entregue ao Ministério Público.

A denúncia foi feita por oito veterinários que trabalharam no Departamento de Fiscalização Animal do porto de Santos entre 2007 e 2008. Na quinta-feira, em uma entrevista coletiva, o veterinário do Ministério da Agricultura Alexandre Inácio de Souza, que se apresentou como porta-voz do grupo, mostrou documentos que comprovam, segundo os veterinários, que as inspeções não estão sendo realizadas como recomendam as normas do próprio Ministério da Agricultura e da Vigiagro, órgão de vigilância agropecuária internacional.

 

O veterinário afirmou que os problemas ocorrem tanto na importação como na exportação dos produtos de origem animal.

“Nós identificamos basicamente fragilidade na inspeção dos produtos que são exportados e que são importados, a liberação de produtos sem o devido processo legal, a liberação de produtos só com base documental e a questão de liberação de produtos sem a certificação sanitária que os países exigem. Tem couro indo para a China que exige certificação sanitária e está saindo sem certificação”, disse Souza.

O Ministério da Agricultura informou que só se pronunciará depois de tomar conhecimento do teor das denúncias encaminhadas ao Ministério Público Federal de São Paulo.

 

Fonte:Globo Rural Tv

Última atualização em Sex, 21 de Agosto de 2009 15:33
 


Another articles:

Powered By relatedArticle

CeresQualidade.com.br | Powered by Joomla!